Palestrantes Convidados

Formada em Psicologia e Pedagogia pela Universidade São Marcos, pós-graduada em Psicopedagogia pela Universidade Paulista. Foi professora de Educação Infantil de 1991 a 2006. Em 2007 começou a atuar no Ensino Fundamental I nas diversas séries. Desde 2012 iniciou um trabalho de Alfabetização Científica no Fundamental I na rede particular de ensino. Tem interesse pela pesquisa em Ensino de Ciências com o tema: argumentação oral e escrita do aluno.

Licenciada e bacharel em Física pela USP. Fez seu doutoramento em Educação, na área de ensino de ciências na FEUSP. É pesquisadora senior do CNPq, professora da Pós-Graduação em Educação da FEUSP e da Pós-Graduação Interunidades de Ensino de Ciências ambos da USP e coordenadora do Laboratório de Pesquisa e Ensino de Física/LAPEF da FEUSP. Foi dietora da FEUSP no período de 1994-1998. Pertenceu a Diretoria da SBF (Secretária de Ensino) e foi represetante brasileira na International Commission on Physics Education (1991-2000) quando foi eleita secretária por dois mandatos (1994-2000). Foi presidente do Conselho Curador e Diretora Executiva da Fundação de Apoio à Faculdade de Educação - FAFE. Pertenceu aos C.As de Educação do CNPq e da CAPES. É representante brasileira no Conselho Interamericano de Ensino de Física (foi presidente deste Conselho no período de 1991-1993). Pertence a Academia Paulista de Educação.

Professora Doutora do Instituto de Biociências da USP no Departamento de Ecologia. Orientadora de mestrado e doutorado (Programa de Pós-Graduação Interunidades em Ensino de Ciências da USP; Programa de Pós-Graduação em Ecologia da USP). Possui Licenciatura e Bacharelado em Ciências Biológicas pelo Instituto de Biociências da USP (1995), mestrado e doutorado em Educação/Ensino de Ciências pela Faculdade de Educação da USP (2002 e 2009). Conduz a linha de pesquisa Ensino de Ciências e Biologia baseado na Investigação (Inquiry-Based Science Education), com especial interesse em: argumentação, interações em sala de aula, estratégias didáticas baseadas na investigação, relações entre argumentação e natureza da ciência, formação de professores.

Possui graduação em Física pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1973), mestrado em Física pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1982) e doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (1998). Fez estágio de Pós- Doutorado na Universaidade Santiago de Compostela - Espanha (2002). Atualmente é professora Associada da Universidade Federal do Rio de Janeiro, professora do programa de Pós-Graduação em Ensino de Física do Instituto de Física da UFRJ, professora colaboradora do programa de Pós-Graduação em ensino de Biociências e Saúde da Fundação Oswaldo Cruz. Foi Secretaria de Ensino da Sociedade Brasileira de Física (2003-2007)e membro do Conselho (2007-2009), membro da Comissão de Pesquisa em Ensino de Física (2010-2014), membro da Comissão de Ensino (2015- )Pró-Reitora de Pós Graduação (Mestrado Nacional Profissional em Ensino de Física - SBF) (2013- ). Presidiu o Centro de Ciências do Estado do Rio de Janeiro (1995-1998). Foi Presidente do Conselho das Conferências Interamericanas de Ensino de Física (2006-2009), continuando como Membro representante. Tem experiência na área de Ensino de Ciências (Física), com ênfase em Educação Permanente, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino de física, ensino de ciências, formação de professor, informática educativa e CTS.

Eu me formei em bacharelado e licenciatura em Química, na UFMG, em 1980. Sou também Técnico em Química, formado pelo Colégio Técnico da UFMG. Antes de ingressar na Faculdade de Educação da UFMG em 1983, como professor na área de Ensino de Química, trabalhei por 3 anos como químico em indústrias e lecionei química no ensino médio por 5 anos, em escolas de Belo Horizonte. Já como professor da UFMG fiz meu mestrado em educação na casa, concluído em 1988. Em 1994 eu defendi tese de doutorado na USP. Essa tese foi posteriormente ampliada e publicada pela Editora UFMG, em 2000, sob o título de Linguagem e formação de conceitos no Ensino de Ciências. Em 1992/93 realizei um sanduíche na Universidade de Leeds, Inglaterra, onde trabalhei com Rosalind Driver. Junto com o grupo de Leeds publiquei Constructing Scientific Knowledge in the Classroom, na Educational Researcher, que foi mais tarde traduzido e publicado em Química Nova na Escola. Esse artigo tem inúmeras citações na literatura internacional e tornou-se uma referência no sócio-construtivismo. Em 1998/99 eu trabalhei com o Professor James Wertsch, na Washington University in St. Louis, EUA. Em 2003 publiquei, junto com o Professor Philip Scott, da Universidade de Leeds, Inglaterra, o livro Meaning Making in Seconda Science Classroom, que saiu pela Open University Press. Entre meus interesses de pesquisa destaco: a relação entre elaboração de conceitos científicos e o uso da linguagem em salas de aula de química e ciências. Trabalho também na pesquisa sobre formação de professores, pois coordeno um grupo de formação continuada na UFMG - FoCo - com ampla tradição de pesquisa, produção de materiais e desenvolvimento profissional de professores. Tenho interesse também em filosofia e história das ciências. Tenho lecionado regularmente, na pós-graduação, as disciplinas "Educação e Conhecimento" e ?Vigotski: leituras contemporâneas?. Oriento estudantes de mestrado e doutorado. Minha atuação junto ao FoCo gerou material didático para o ensino médio, resultado de uma pesquisa de mais de 10 anos sobre elaboração de conceitos. Esse material gerou, em 2011, os 3 volumes do livro Química, para o ensino médio, da Editora Scipione, escrito em parceria com Andréa Horta Machado. Eu fui coordenador do Programa de Pós-graduação em Educação da UFMG, diretor da Divisão de Ensino da Sociedade Brasileira de Química, membro do CA do CNPq na área de Educação e Presidente da Associação Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências. Atualmente sou membro de Comitê Editorial e árbitro em várias revistas nacionais e internacionais das áreas de educação e de educação em ciências. Fui co-editor da Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências de 2001 à 2005, editor coordenador de Química Nova na Escola de 2000 a 2007 e editor de Educação em Revista. Sou também pesquisador I-A do CNPq e assessor da Capes e Fapesp e membro do Conselho Técnico Científico - Educação Básica, da CAPES. Além disso, em 2004/2005 estive em Lyon, França, como professor e pesquisador convidado pelo CNRS e INRP.

Licenciada em Física (2001), Mestre em Ensino de Ciências (Modalidade Física) (2005) e Doutora em Educação (2008) pela Universidade de São Paulo. Professora Doutora do Departamento de Metodologia do Ensino e Educação Comparada da Faculdade de Educação da USP, ministra disciplinas para os cursos de Pedagogia e Licenciatura em Física. Orientadora de pós graduação do Programa de Pós-Graduação em Educação da FE-USP e do Programa Interunidades em Ensino de Ciências IF-FE-IB-IQ-USP. Tem interesse, em particular, sobre os temas de estudos em: Ensino de Ciências, Ensino de Física, Argumentação em sala de aula, Alfabetização Científica e Práticas Epistêmicas.

Possui Bacharelado (2001) e Licenciatura (2003) em Ciências Biológicas pela Universidade de São Paulo, Mestrado em Ecologia pela Universidade Estadual de Campinas (2006) e Doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (2015). Atualmente é Professora Adjunta na Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP - Diadema) no Setor de Educação do Departamento de Ciências Exatas e da Terra. Foi professora de Ciências e Biologia da Escola de Aplicação da FEUSP durante 12 anos. Tem interesse pelos seguintes temas de pesquisa: Ensino de Ciências, Ensino de Biologia, Ensino por Investigação, Argumentação, Inscrições Literárias e Práticas Epistêmicas.

María Pilar Jiménez Aleixandre é doutora em Biologia pela Universidad Complutense de Madrid (UCM). Professora de Didática das Ciências na Universidade de Santiago de Compostela, depois de ter sido professora da educação básica por 12 anos. Coordena o grupo RODA (Razonamiento, Discusión, Argumentación) no qual desenvolvem atividades de ensino que levem os estudantes ao desenvolvimento de raciocínio, discussões e argumentação em sala de aula. Nos últimos anos tem pesquisado sobre argumentação e o uso de evidências em aulas de ciências. É autora de numerosos artigos e, entre outros livros, de Dubidar para aprender (1996), é também coautora de de La enseñanza y el aprendizaje de las Ciencias de la Naturaleza en la Educación Secundaria (1997), Enseñar ciencias (2003) e Argumentation in Science Education (2008).

Possui graduação em Física (julho de 2007) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), licenciatura em Física (dezembro de 2006) pela mesma instituição e licenciatura em Letras-Espanhol (dezembro de 2005) pela Fundação Educacional Unificada Campograndense (FEUC). É mestre em Ensino de Física também pela UFRJ (fevereiro de 2010) e doutora em Ciências pelo Programa de Pós-Graduação Interunidades em Ensino de Ciências (modalidade Ensino de Física) da Universidade de São Paulo (USP) (dezembro de 2014). Recebeu, por sua tese de doutoramento na área de Ensino, Menção Honrosa no Prêmio Capes de Tese 2015 e Diploma de Mérito concedido pela Fundação Carlos Chagas. Atualmente é professora do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do CEFET/RJ, na Unidade de Ensino Descentralizada de Nova Iguaçu, atuando como professora de Física do Ensino Médio desde 2009. No âmbito do Laboratório de Pesquisa em Ensino de Ciências (LaPEC) do CEFET/RJ Nova Iguaçu desenvolve projetos de pesquisa e extensão e orienta alunos. Tem experiência na área de Ensino, atuando como docente de Língua Espanhola desde 2002 e como docente de Física desde 2007. Em 2010 participou da Escola de Professores no CERN em Língua Portuguesa. Tem interesse pela pesquisa em Ensino de Ciências, em especial, pelos seguintes temas: ensino-aprendizagem de ciências, teoria sócio-histórico-cultural, interação discursiva, metacognição, ensino por investigação, jogos didáticos.

Mestre em Psicologia da Educação pela Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (2013). Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade de São Paulo (1987). Atua na formação de educadores em duas áreas de Ensino: Desenvolvimento de habilidades emocionais e sociais e na área de Ciências, na formação de professores da Educação Básica para ensino por investigação. Atualmente coordena a equipe de capacitação de professores da ASEC- Associação pela Saúde Emocional de Crianças, entidade parceira da instituição internacional PARTNERSHIP FOR CHILDREN (UK). Também atua em assessoria com foco em desenvolvimento de habilidades na formação de professores das redes pública e particular de Ensino.

Richard A. Duschl é bacharel em Educação e em Ciências Naturais e doutor em Ensino de Ciências pela Universidade de Maryland, EUA. Desde 2008, é professor de Ensino de Ciências na Penn State University, EUA. Antes de se juntar à Penn Penn State, foi professor no King’s College, em Londres, Inglaterra, na University of Pittsburgh, na Vanderbilt University, University of Houston e na Rutgers University, nos EUA. Recentemente, coordenou o relatório Taking Science to School: Learning and Teaching Science in Grades K-8, organizado pelo Conselho Nacional de Pesquisa (NRC), dos EUA. Suas pesquisas focam no estabelecimento de ambientes de aprendizagem epistêmica e no papel dos alunos em situações de investigação e de argumentação.

Doutora em Ensino de Ciências pela Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (2014). Mestre em Ensino de Ciências pela Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (2008). Graduação em Ciências Biológicas pela Universidade de São Paulo (1987). Atualmente é Coordenadora-Geral Pedagógica do Colégio Dante Alighieri, além de Coordenadora da Macro Área de Ciências da Natureza (Física, Biologia do Ensino Médio) e Ciências (do Fundamental I e II). Coordenadora do Programa de Pré-Iniciação Científica e Professora Orientadora de Trabalhos de Pré-Iniciação Científica do Colégio Dante Alighieri. Editora da revista de Pre-Iniciação Científica IniCiência, para publicação de artigos de trabalhos de alunos de escola básica. Consultora em Educação e Pre-Iniciação Científica pela empresa IniCien, tendo realizado projetos de formação de professores em escolas particulares e em parceria com empresas para treinamento de professores de escolas públicas do estado de São Paulo. Tem experiência na área de Educação atuando principalmente nos seguintes temas: ensino e aprendizagem em ciências, organização de Feiras de Ciências e Cultura, Editora de revista de Pré-Iniciação Científica, formação de professores, pesquisa em ensino de ciências e orientação de projetos de pré-iniciação científica.

Graduada em Psicologia pela Universidade Federal de Pernambuco (1979), possui Mestrado em Psicologia (Psicologia Cognitiva) pela mesma universidade (1987), Doutorado em Psicologia pela University of Cambridge, Inglaterra (1993) e Pós-doutorado pela Clark University, EUA (2002), onde atuou como Visiting Scholar pelo período de um ano. Docente e pesquisadora da Universidade Federal de Pernambuco, vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Psicologia Cognitiva do qual foi coordenadora no biênio 2013-2015. Professora visitante da Pós-Graduação em Psicologia do Instituto de Psicología da Universidade del Valle, Cali, Colômbia (2004), e do Postítulo em Estudios de la Argumentación do Centro de Estudios de la Argumentación e del Razonamiento (CEAR) da Universidad Diego Portales, Santiago do Chile (2008-2009). Editora Associada de Infancia y Aprendizaje - Journal for the Study of Education and Development (Espanha), é também membro do Advisory Committee do Cogency - Journal of Reasoning and Argumentation (Chile) e do Editorial Panel do Cambridge Journal of Education (Inglaterra). Integrou em 2015 o GT do CNPq que elaborou o documento Política de Ciência, Tecnologia e Inovação para as áreas de Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas. Participa também do GT da Conep para elaboração de resolução específica para avaliação de aspectos éticos de pesquisas nestas mesmas áreas. Fundadora e líder do NupArg/Núcleo de Pesquisa da Argumentação (Diretório de Grupos de Pesquisa/CNPq), grupo de pesquisa pioneiro, no Brasil, no estudo das relações argumentação-cognição, sob uma perspectiva psicológica. Cofundadora/cordenadora do GT Argumentação/explicação: modos de construção/constituição do conhecimento da Associação de Pesquisa e Pós-Graduação em Psicologia (Anpepp). Seus interesses de investigação focalizam: o papel da argumentação em processos de construção do conhecimento em contextos educativos, relações entre argumentação e desenvolvimento do pensamento crítico-reflexivo, aquisição do discurso argumentativo na linguagem oral e na escrita.

Possui graduação em Licenciatura em Ciências Biológicas pela Universidade de São Paulo (1978), mestrado em Ciências Biológicas (Biologia Genética) pela Universidade de São Paulo (1987) e doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (1993). Atualmente é professor doutor da Universidadade de São Paulo. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Currículos Específicos para Níveis e Tipos de Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino de ciências, ensino de biologia, formação de professores, material didático e currículo de biologia.

Possui graduação em Física - Licenciatura pela Universidade de São Paulo (1998), mestrado em Educação pela Universidade de São Paulo (2003) e doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (2012), com um estágio na Universidade de Valência (Esapanha), com o tema Competências docentes em um projeto de inovação para a Educação Científica.Atualmente é professora Adjunta do Departamento de Educação da Universidade Estadual de Santa Cruz. Tem experiência na área de Educação básica como professora de Física nos ensino Médio e Fundamental e no Ensino Superior com ênfase em Ensino de Ciências, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino de ciências, alfabetização científica nos anos iniciais, ensino por investigação e formação de professores.